sou nós
“Eles estão soltando balões no céu. Dá para acreditar? Balões japoneses são um símbolo de desapegar do passado. Aqui está a novidade, nós não somos japoneses. Você sabe o que eles são? Crianças. Como se soltar balão fosse fazer tudo ficar bem, ou até rezar, ou fingir que a Elena não vai acabar como o resto de nós, vampiros assassinos. Crianças idiotas, iludidas e irritantes. Eu sei o que vai dizer. “Isso os fazem se sentir melhor, Damon.” E dai? Por quanto tempo? Um minuto? Um dia? Que diferença faz? Porque no fim, quando você perde alguém, cada vela, cada oração não vai mudar o fato de que a unica coisa que sobrou é um buraco na sua vida, onde alguém que você se importou costumava estar. E uma pedra. Com o nascimento cravado nela que eu aposto estar errado. Obrigado, Amigo. Obrigado por me deixar aqui de babá. Porque eu deveria estar longe daqui agora. Eu não fiquei com a garota. Lembra? Estou só preso aqui brigando com o meu irmão, e cuidando das crianças. Você me deve uma.”
Damon Salvatore.    
“Quando toca uma música bonita, minha ironia assovia mais alto. Um assovio sem melodia. Um assovio mecânico mas cuidadoso, como tomar banho ou colocar meias. Outro dia tentei chorar. Outro dia tentei abraçar meu travesseiro. Não acontece nada. Eu não consigo sofrer porque sofrer seria menos do que isso que sinto. Tentei falar. Convidei uma amiga pra jantar e tentei falar. Fiquei rouca, enjoada, até que a voz foi embora. Tentei aceitar o abraço da minha amiga, mas minha mão não conseguiu tocar nas costas dela. Não consigo ficar triste porque ficar triste é menos do que eu estou. Não consigo aceitar nenhum tipo de amor porque nenhum tipo de amor me parece do tamanho do buraco que eu me tornei. Se alguém me abraçar ou me der as mãos, vai cair solitário do outro lado de mim.”
— Tati Bernardi   
“Ela tem uma risada incrível. E sem querer ser um babaca, mas ela tem tudo pra ser perfeita. Mas não é, claro. Ela tem mil idiotices e chatices na bagagem. E ela tem medo de tudo. Tem um ar de menina independente, que não precisa de ninguém. Mas quando tá no escuro, ainda pede pra alguém abrir um pouquinho a porta e deixar a luz entrar. Ela tem vergonha até de ligar pra pizzaria pra pedir uma pizza, cara. Quem no mundo é assim? Mas ela é tão indiferente, que a minha diferença não afeta ela em nada. Eu acho que ela pode ser o mundo inteiro se ela quiser. E ela é teimosa. E guarda rancor na mala. Ela sabe perdoar, mas precisa de umas aulinhas de como esquecer. Quando ela desiste ou acha que sabe de tudo, não tem jeito. Meu Deus, que mania insuportável que ela tem de achar que pode burlar tudo o que mandam ela fazer. Porque ela nunca tá satisfeita com nada. Nadinha.”
Robin and Stubb. 

boooa tarde!!!!!! quem ta on da like aki!!

“Eu sei que mudei, me desculpe, eu não escolhi isso, a mudança foi inevitável, um dia acordei cansado, e no outro também, isso se repetiu por muito tempo, e o tempo faz isso com a gente, talvez você não consiga entender, talvez você não possa sentir o medo que corre nas minhas veias, é fácil pra você me dizer que já não me reconhece, porque também é fácil pra mim, nem eu me reconheço mais. Os dias se repetiram, dormi sem ar e acordei sufocado, estive em um sonho estranho e não conseguia acordar, não havia nada nele, apenas um quarto escuro e sem ar. Não havia uma janela de onde eu pudesse me atirar, ou uma saída de emergência. Um dia eu acordei mais cansado e já não sabia quem eu era, me senti tão leve que qualquer vento me derrubaria. Te vejo de longe mas não consigo segurar suas mãos, e você não se esforça pra me alcançar, suas palavras me ferem mas não me tocam, sinto que estou nas nuvens, mesmo que eu já não consiga voar. Sinto muito se nossa história morreu, mas às vezes é necessário puxar o gatilho.”
Sean Wilhelm.  
“Eu sei que sobre nós tudo é sempre complicado, mas um dia vai se descomplicar, pode acreditar.”
Projota e Anitta.  
“Mas eu gosto dele. Na verdade, o amo.”
Lana Del Rey
“Olhe pra sua namorada. Agora responda: Quantos homens você acha que são loucos por ela? Quantos você acha que ficam encantados com aquele sorriso que só ela tem? Devem ter vários, né? Você não sabe quem são, mas existem. E apesar disso, ela encontrou você. Na verdade, ela te escolheu. É, você! Que não é nenhum príncipe, cheio de falhas e imperfeições. E mesmo assim, ela insiste em te chamar de príncipe, de perfeito. Muito boba, né? Ela te ama assim, exatamente do jeito que você é, imperfeito. Agora, eu te pergunto: tem dado valor? Muitos invejam você e estão só de olho, esperando seu primeiro vacilo para atacar. E aí, amigo, vai esperar para vê-la nos braços de outro? Sorrindo das piadas de outro? Fazendo um cafuné em outro? Bate até uma pequena raiva só de imaginar, né? Agora vai lá, passa a mão no cabelo dela e diz que a ama. Liga só pra saber como ela está. Dê valor enquanto tem, porque quando perder só vai dar arrependimento.”
Autor Desconhecido.    

dcalcinha